Boa Memória

Meu nome é Fernando Gasparetto. Sou Professor universitário em São José dos Campos, atuo com palestras e cursos desde 1997. Sou formado em Letras e Pós-Graduado em Literatura Contemporânea. Há mais coisas que eu poderia acrescentar aqui a meu respeito, mas você pode exercitar sua habilidade de pesquisa e descobrir por si próprio.

Por ter uma boa memória, fui convidado a participar de uma competição que me classificou no ano de 2013 como uma das 20 mentes mais incríveis do Brasil.

Acabo de ser convidado para ser colunista no canal Supera. Nós nos conhecemos por ocasião de uma matéria feita pela Rede Vanguarda sobre como ter uma boa memória, que vocês podem acessar pelo meu site oficial.

Ter boa memória, portanto, abre muitas oportunidades. E o que seria de nós se não tivéssemos memória? Você já parou para pensar?

Li um pouco sobre isso em uma crônica de Rubem Alves, que você pode encontrar em seu livro “Pimentas”. Ali ele conta sobre uma amiga que num determinado dia acordou e não lembrava quem era, sequer reconhecendo o lugar em que estava.

Imagine que desespero! Imagine sua esposa, filhos, pai, mãe, não se lembrarem de você. É o que ocorre com as vítimas do alemão Alzheimer. Que tristeza!

Há diversos filmes que abordam o tema memória, e provavelmente comentarei e recomendarei alguns deles aqui nas próximas colunas.

Ter uma BOA MEMÓRIA é essencial para a vida, e também se queremos ter sucesso tanto no profissional como no pessoal.

Então, vou deixar aqui nesta primeira coluna três dicas para quem quer ter boa memória:

1ª dica – Ame as pessoas a sua volta! Se você ama (e amar é uma decisão) as pessoas com quem você convive no dia a dia, principalmente os de sua casa (família), você terá atitudes que estarão de acordo com esta decisão de amar. Você evitará desentendimentos, buscará na medida do possível, manter boas relações com todos e fará de tudo para preservar seus relacionamentos e a sua paz.

2ª dica – Ame-se a si mesmo! Quando de verdade, você aprende a fazer isso (é isso mesmo, amar se aprende!) você estará sempre de bem consigo mesmo e com a vida, buscará sempre o melhor para si mesmo em seus relacionamentos, cuidará de si, de seu corpo, alma (mente) e espírito. Você será um cobrador de si mesmo, mas de forma equilibrada. Não se cobrará excessivamente a ponto de ficar doente, muito menos esperará que outros (chefes, coordenadores, líderes) cobrem você para que você siga adiante. Afinal de contas, se nem você se ama, que te amará, não é verdade?

3ª dica – Ame o ambiente chamado Lar! Em nosso dia a dia nem sempre podemos escolher o melhor ambiente de trabalho para exercer nossa profissão. Muitos talvez trabalhem em locais estressantes, com muita pressão para se alcançar as metas mensais, cobranças diversas, e nem sempre terão uma equipe que os apoiem, com boas relações, ou até mesmo uma boa liderança. Sendo assim, todos deveriam buscar fazer do ambiente de descanso um local aconchegante, agradável, um local onde nos sintamos protegidos e renovados para enfrentar as lutas fora dali.

Sei que nem sempre temos total autonomia para fazer de nossas casas um verdadeiro lar. Mas o que estiver em nosso alcance, deve ser feito.

Você deve estar pensando, mas o que isso tudo tem a ver com a nossa memória?

Quanto mais estudamos a respeito do funcionamento de nossa mente, mais iremos perceber que todo esforço direcionado para ter, tanto saúde física, quanto mental, trará melhores resultados no uso do nosso cérebro, e é claro, da nossa memória.

E é exatamente o que ocorrerá se você procurar seguir as dicas apresentadas acima.

Se você quer saber mais sobre este assunto, acompanhe nossos próximos artigos!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>