Amor em Tempos de Corona Vírus

Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.
A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que a manifestação dos filhos de Deus.

Romanos 8:18 e 19

Tenho acompanhado pelas mídias e observado ao meu redor nos últimos dias, o pavor da grande maioria, o pânico, o medo, do Covid-19: o Corona Vírus.

Como cristão, tenho orado por solução e cura dos que já foram acometidos deste mal.

Conversando com um amigo que esteve recentemente em Portugal, afirmei a ele em uma conversa que com certeza lá as pessoas deveriam estar muito mais apavoradas do que aqui, por estarem na Europa, bem próximos da Itália, mas para a minha surpresa ele me disse que não. Lá as pessoas estão agindo com prudência, mas estão seguindo a vida, na medida do possível, sem se deixarem abalar completamente pelas circunstâncias.

Tenho visto aqui no Brasil o impacto que as más notícias têm causado ao nosso povo, nos levando a comportamentos, até mesmo exagerados em certo aspecto.

Temos acesso à informação e elas chegam a nós em cada segundo do nosso dia.
Considero importante estar atento às novidades sobre o assunto, mas se nos permitimos estar com a nossa mente focada nisto o tempo todo, mesmo sem perceber, começamos a sucumbir e permitir que as nossas emoções estejam em total desequilíbrio diante da situação adversa.

Espero eu que todos já saibam a respeito de todos os procedimentos que devem ser adotados como prevenção e para que o vírus não continue se alastrando.

Feito isso, meu conselho é, se preserve das más notícias o máximo que puder.

Como alguém que crê e tem relacionamento com Deus, creio que depois da tempestade, vem a bonança. Creio que o melhor ainda está por vir.

É tempo de nos posicionarmos.

É tempo de agir com inteligência emocional e espiritual.

A natureza criada espera a manifestação dos filhos de Deus, através do amor.

De repente começamos a achar que estamos sendo impedidos de demonstrar amor porque não podemos mais tocar as pessoas.

Não se torne apático em virtude disto.

Não se acomode e use isto como desculpa para não demonstrar amor, pelo contrário, este é o momento propício, a hora certa.

Vejo os cristãos como agentes de saúde, temos uma responsabilidade social de manifestar Deus no meio em que vivemos.

O amor de Deus tem poder curador, restaura e traz vida abundante e inesgotável.

Que este tempo de maior isolamento seja bem aproveitado para você se voltar para dentro de si mesmo, retomando o contato talvez interrompido ou perdido por certo tempo consigo mesmo e com Deus, e transborde em amor para com os que estão mais próximos, família e amigos.

Mas não se negue a dar amor para os demais.

Se em meio ao silêncio Deus é capaz de falar tanto ao nosso coração, porque não podemos beijar as pessoas com olhar de paz que transborda de dentro de nós e porque não abraçá-las com nossas palavras que fluem amor divino?

Que tal exercitar esta habilidade tão extraordinária e tão pouco praticada ultimamente?

Deixe Deus te usar!

Esta entrada foi publicada em Posts Recentes. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>