É melhor serem dois do que um

No último dia 30 comemoramos o aniversário da minha esposa, e momentos como esse sempre me levam a reflexão.

Ao longo de quase duas décadas juntos, enfrentamos muitas lutas, reveses, dificuldades, porém até aqui Deus nos ajudou.

Por outro lado vivemos momentos tão especiais juntos e se por acaso tento imaginar como seria viver estes mesmos momentos só, tenho uma certeza: não teria graça, eu não teria tido tanto prazer, nada teria a mesma importância e valor.

Se nós dois fôssemos mais parecidos, talvez tivéssemos tido menos conflitos um com o outro até aqui, mas novamente ao exercitar minha imaginação pensando nisso, tenho outra certeza: eu não teria evoluído tanto ao longo da vida, não teria melhorado tantos aspectos negativos da minha personalidade, não seria alguém tão melhor do que era antes de conhecê-la.

Decidi escrever este artigo para oferecer a minha esposa esta homenagem como um presente e também para levar você, que me acompanha ao longo dos anos em meus cursos, treinamentos e produção de conteúdo que gera transformação, a refletir sobre este tema.

É melhor serem dois do que um, pois se um cair o outro ajuda a levantar e o compartilhar a vida com alguém, dá muito mais sentido à vida.

Agora, melhor que ser apenas dois, é ser mais que dois. Hoje temos dois filhos, pais, irmãos, familiares e amigos.

Sinto o mundo mais insensível e a tendência de muitos é se isolar ou então manter um nível de relacionamento superficial com as pessoas na convivência do dia a dia.

Não siga esta tendência!

Ontem, em uma situação de conflito, eu e minha esposa tomamos uma decisão: pedir ajuda a um casal mais maduro e experiente do que nós, em quem nós confiamos, para nos ajudar, ao invés de resolvermos sozinhos à dois, como já havíamos feito tantas vezes antes.

A sensação que experimentamos foi incrível. O que geralmente levaria alguns dias para se resolver, em algumas horas de conversa e oração, se resolveu. E o peso, ah, o peso! Você não imagina o alívio que sentimos ao compartilhar o peso que passou de quatro mãos para agora oito. É indescritível!

Isso também vale para outras questões da vida.

Clarice Lispector dizia que quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado com certeza vai mais longe.

Profissionalmente falando, muitas coisas podemos fazer só, porém ao firmarmos boas parcerias, podemos ir muito mais além, e na maior parte das vezes, mais rápido também.

Nos estudos, na leitura, na fixação de conteúdos e conhecimentos, parcerias também são muito bem vindas e tornam todo este processo extremamente prazeroso.

Conte comigo para ser seu parceiro neste processo.

Forte abraço.

Que Deus o abençoe.

Esta entrada foi publicada em Posts Recentes. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>