Sobre ser Pai…

Feliz Aniversário, Luka – Você é meu filho amado!

Hoje meu filho está completando 9 anos.

Eu sou um colecionador de memórias. Estou colecionando lembranças que importam.

Há uns meses atrás fui convidado a fazer uma palestra em uma instituição e ouvi a conversa de um professor que estava noivo e se casaria em poucos dias. Ele conversava com outra professora já casada, mas sem filhos. E ambos concordavam entre si e estavam decididos: Não teriam filhos. Ouvi parte da conversa e diziam os motivos pelo qual haviam tomado essa decisão. Eu não me manifestei, pois era apenas um convidado e não os conhecia, porém dentro de mim eu gritava: Como assim? Ter filhos é algo incrível! Ser pai é algo incomparável, um presente dos céus. Eu não seria quem sou se nunca tivesse me tornado pai. Ser pai é um milagre da vida!

Sem dúvida não é fácil! É uma baita responsabilidade! Você cria, educa, ensina, sustenta e lança para a vida. É seu, mas não te pertence.

Já me disseram: Não vale a pena ter filhos do jeito que o mundo está!

Porém, o mundo precisa dos filhos que eu deixarei para o mundo! Filhos que se importam!

Sou cheio de falhas, sei que já errei muitas vezes, mas ser pai é uma das minhas missões na vida! Pai de filhos naturais e espirituais!

Amo meus filhos e pra sempre amarei!

Que Deus continue me dando graça para ser um bom pai!

Publicado em Posts Recentes | Com a tag | Deixar um comentário

É melhor serem dois do que um

No último dia 30 comemoramos o aniversário da minha esposa, e momentos como esse sempre me levam a reflexão.

Ao longo de quase duas décadas juntos, enfrentamos muitas lutas, reveses, dificuldades, porém até aqui Deus nos ajudou.

Por outro lado vivemos momentos tão especiais juntos e se por acaso tento imaginar como seria viver estes mesmos momentos só, tenho uma certeza: não teria graça, eu não teria tido tanto prazer, nada teria a mesma importância e valor.

Se nós dois fôssemos mais parecidos, talvez tivéssemos tido menos conflitos um com o outro até aqui, mas novamente ao exercitar minha imaginação pensando nisso, tenho outra certeza: eu não teria evoluído tanto ao longo da vida, não teria melhorado tantos aspectos negativos da minha personalidade, não seria alguém tão melhor do que era antes de conhecê-la.

Decidi escrever este artigo para oferecer a minha esposa esta homenagem como um presente e também para levar você, que me acompanha ao longo dos anos em meus cursos, treinamentos e produção de conteúdo que gera transformação, a refletir sobre este tema.

É melhor serem dois do que um, pois se um cair o outro ajuda a levantar e o compartilhar a vida com alguém, dá muito mais sentido à vida.

Agora, melhor que ser apenas dois, é ser mais que dois. Hoje temos dois filhos, pais, irmãos, familiares e amigos.

Sinto o mundo mais insensível e a tendência de muitos é se isolar ou então manter um nível de relacionamento superficial com as pessoas na convivência do dia a dia.

Não siga esta tendência!

Ontem, em uma situação de conflito, eu e minha esposa tomamos uma decisão: pedir ajuda a um casal mais maduro e experiente do que nós, em quem nós confiamos, para nos ajudar, ao invés de resolvermos sozinhos à dois, como já havíamos feito tantas vezes antes.

A sensação que experimentamos foi incrível. O que geralmente levaria alguns dias para se resolver, em algumas horas de conversa e oração, se resolveu. E o peso, ah, o peso! Você não imagina o alívio que sentimos ao compartilhar o peso que passou de quatro mãos para agora oito. É indescritível!

Isso também vale para outras questões da vida.

Clarice Lispector dizia que quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado com certeza vai mais longe.

Profissionalmente falando, muitas coisas podemos fazer só, porém ao firmarmos boas parcerias, podemos ir muito mais além, e na maior parte das vezes, mais rápido também.

Nos estudos, na leitura, na fixação de conteúdos e conhecimentos, parcerias também são muito bem vindas e tornam todo este processo extremamente prazeroso.

Conte comigo para ser seu parceiro neste processo.

Forte abraço.

Que Deus o abençoe.

Publicado em Posts Recentes | Deixar um comentário

MF ou MC? Tipos de Mindset

“A opinião que você adota a respeito de si mesmo afeta profundamente a maneira pela qual você leva a sua vida”.

Segundo os estudos de Carol Dweck há dois tipos de Mindset: Fixo e de Crescimento.

Quem tem o mindset fixo acredita que suas habilidades, inteligência e talentos já estão definidos e não podem ser mudados.

Já quem tem o mindset de crescimento é o oposto, acredita que habilidades, inteligência e talentos podem ser desenvolvidos por meio da prática e perseverança, através de seu próprio esforço e treino é capaz de aprender o que quiser.

Para te ajudar a se perceber mais como MF ou MC vamos falar sobre algumas características relacionadas a cada um dos tipos e sobre o que pensam a respeito de desejos, dons, esforços, adversidades, feedback e sobre outras pessoas talentosas.

Quem tem o MF aceita completamente o que sabe, seja muito ou pouco. Ele entende que o que conseguiu aprender até então é suficiente e é o que ele realmente pode aprender, pois suas capacidades são fixas. Ele diz: – Está bom do jeito que está, não tem nada pra mudar. Ele evita se esforçar, considera perda de tempo. Para ele é mais fácil desistir, ele acredita que se tentou e não conseguiu, simplesmente aquilo não é para ele. Quando ele não alcança os melhores resultados simplesmente inventa desculpas: – Esse trabalho é chato, ninguém gosta de fazer isso mesmo. Quando vê outras pessoas talentosas diz: – É fácil pra ela, ela já nasceu esperta.

Agora, quem tem o MC, está sempre disposto a aprender coisas novas, a correr riscos. Ele está sempre se perguntando: – Será que dei o melhor de mim neste trabalho? O que eu posso fazer para melhorar? Quando tem de se esforçar para conseguir alguma coisa ele pensa: – Eu sei que isso vai ser útil e vai me ajudar, por mais difícil que seja. Quando não obtém resultados entende que deve buscar novas estratégias e que não importa quantas vezes errar, isso lhe servirá de aprendizagem. Ele reconhece suas fraquezas e busca corrigir seus erros. Quando vê outras pessoas talentosas se impressiona e fica admirado em como a pessoa consegue fazer aquilo e desafia a si mesmo a descobrir como fazer aquilo também.

Imagino que você já consiga se perceber mais em um tipo do que em outro.

É importante você entender que podemos hora ter uma atitude mais de MF, hora mais de MC. Poder ser que você seja totalmente MF em determinadas áreas ainda que em outras seja MC.

A fantástica notícia aqui é: Você é capaz de mudar o seu Mindset!

Através do autoconhecimento continue descobrindo a cada dia mais sobre si mesmo, analise suas ações, os pensamentos que deram início a processos e seus resultados. Se perceber que a mudança é necessária, decida mudar ainda hoje.

Acompanhe nossos próximos artigos sobre esse assunto.

Forte abraço e até mais.

Clique no link abaixo e assista ao vídeo!

MF ou MC? Tipos de Mindset

Publicado em Posts Recentes | Deixar um comentário

O que é Mindset?

Com base nos estudos da professora de Psicologia da Universidade de Stanford, Carol Dweck, começo aqui uma série de artigos a respeito do tema Mindset.

Entender o seu mindset é capaz de transformar o fracasso em um dom.

Lembrando que a PNL diz “Não existem erros ou fracassos, o que existem são resultados”.

De acordo com os meus estudos e experiência em pesquisas e na docência me atrevo a dizer que todos somos inteligentes, nascemos dotados de inteligências múltiplas, isso penso em acordo com Howard Gardner, temos diversos tipos de inteligência. Entretanto, essas inteligências podem e devem ser desenvolvidas.

Entendo que também nascemos com dons específicos, uma facilidade maior para aprender ou se desenvolver em determinadas áreas. Acredito que uma parte disto vem em nosso DNA, por transmissão genética, de nossos pais, avôs, bisavôs, tataravôs.

Agora, independente de ter um dom específico ou não, se eu realmente quiser aprender e desenvolver determinada habilidade posso alcançar este resultado com dedicação, empenho e disciplina por meio da aprendizagem.

Mindset são crenças que determinam comportamentos que nos conduzem a resultados.

Robert Sternberg diz que o principal modo de aquisição de conhecimento especializado não é alguma capacidade prévia e fixa, e sim a dedicação com objetivo.

Ou seja, podemos aprender e nos desenvolver em qualquer área se realmente desejarmos e nos dedicarmos a isso.

Pense nisso – “A opinião que você adota a respeito de si mesmo afeta profundamente a maneira pela qual você leva a sua vida”.

E então? Disposto a identificar e mudar algumas de suas crenças rumo a transformação?

Mudando nosso mindset podemos calibrar nossas ações para obter todos os resultados que desejamos.

Grande abraço e até o próximo artigo!

Clique no link abaixo e assista ao vídeo!

O que é Mindset?

Publicado em Posts Recentes | Com a tag | Deixar um comentário

5 Motivos para Ler

#desafio1livropormes

Por que ler?

1) Exercício para o cérebro – Assim como é importante exercitarmos o corpo para mantermos a forma e a saúde física, nosso cérebro também precisa ser exercitado, e o principal exercício para a nossa mente é justamente a leitura.

2) Viagem no tempo – Amo histórias, filmes e séries sobre viagem no tempo, espaço e até outras dimensões. O livro nos permite fazer isso de uma maneira extraordinária. Ao ler escritos de outras épocas, nos transportamos para aquele período histórico e o vivenciamos em nossa mente. É incrível!

3) Aprender – Ler também é aprender. Aprendemos com registros históricos, livros didáticos e com a literatura como arte. Aliás, umas das principais ferramentas de aprendizagem são as figuras de linguagem, entre elas, a metáfora.

4) Ler mentes – Gosto muito de um filme protagonizado por Mel Gibson chamado “Do que as mulheres gostam”. Neste filme o personagem principal lê as mentes das mulheres, e isso o leva a uma compreensão muito peculiar sobre o outro. Os livros nos permitem isso. Eles nos permitem enxergar a realidade através de outros olhos. E isso sem dúvida é uma experiência incrível!

5) Entender a Si mesmo – Todos os motivos citados anteriormente nos levam a esse motivo. Mais do que nunca hoje se faz necessário olhar para dentro de si mesmo, para se conhecer melhor, entender como funcionamos, como nossa mente trabalha, como os nossos sentimentos são acionados. Isso nos leva a desenvolver a nossa inteligência emocional, a sermos melhores para nós mesmos e para os outros. Nos tornamos pessoas mais equilibradas. Os livros tem parcela importante nesse processo de desenvolvimento.

E você? Que outros motivos poderia citar? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Grande abraço,

Fernando Gasparetto

Clique no link abaixo e assista ao vídeo!

5 Motivos para ler – Desafio 1 livro por mês

Publicado em Posts Recentes | Deixar um comentário

Como dizer ao cérebro que a informação não deve ser esquecida?

Dentro do processo de memorização de informações, observadores e estudiosos ao longo dos anos identificaram algo que tem sido chamado de curva do esquecimento.

Após o registro e arquivamento de conteúdos por parte do nosso cérebro, ele somente preservará a informação se julgar que ela é importante e que será utilizada novamente no futuro.

E de que forma podemos comunicar ao cérebro que a informação deve permanecer?

Através de repasses!

Foi percebido que se uma informação registrada não for revista dentro de 24 horas, em média em torno de 85% destes conteúdos serão descartados pelo nosso cérebro.

O nosso cérebro entende que se você não se preocupou em fazer revisão daquele conteúdo específico dentro das primeiras 24 horas, ele é como a maioria das informações que vemos, ouvimos e percebemos no dia a dia, não é importante.

Agora, quando você assiste uma aula na faculdade e logo quando chega em casa compartilha com a família o que foi aprendido, o nosso cérebro entende que não deve eliminar aquele conteúdo, pois identifica que você está atribuindo importância para aquilo.

O recomendável por especialistas é que dentro das primeiras 48 horas sejam feitas ao menos três revisões. A aplicação de técnicas de estudo se torna estratégica dentro deste plano de ação.

E se eu fizer estas três revisões em 48 horas, é suficiente?

Não. Porque se não houverem outras revisões, o cérebro entenderá da seguinte maneira: – Ele fez revisões nestes primeiros dias, isto significa que essa informação será utilizada na próxima semana. Porém, se após o período de uma semana a informação não for repassada, o cérebro entende que você não irá utiliza-la novamente, e começará a descartá-la, um pouco mais lentamente agora.

O segredo está em, após uma semana, fazer nova revisão. Essa informação poderá durar em sua memória até um mês com quatro repasses bem feitos.

Se após um mês, você fizer nova revisão, o conteúdo poderá permanecer em sua memória por meses.

Sendo assim, se o seu objetivo é preservar memórias específicas, siga os procedimentos citados acima, e desfrute desta incrível capacidade de memorização que todos nós temos.

Repasse não é o único recurso a ser utilizado para uma boa memorização, mas sem dúvida, é um dos principais!

Grande abraço,

Fernando Gasparetto

Clique no link abaixo e assista ao vídeo!

Memória – Como dizer ao cérebro para não esquecer

Publicado em Posts Recentes | Com a tag , , , , | 1 comentário

A Arte da Comunicação

Você sabia que um dos maiores medos de estudantes e profissionais de diversas áreas é o medo de falar em público? Antigamente alguém que naturalmente não tinha facilidade para se comunicar simplesmente escolhia uma profissão em que essa habilidade não lhe seria exigida. Nos dias atuais isso é praticamente impossível!Hoje, mais do que nunca, em qualquer área, a comunicação é extremamente importante e totalmente necessária.

Aprender a falar em público com segurança, autoridade, carisma, não é algo que pode ser alcançado apenas por alguém que tem um dom natural, mas esta competência pode ser adquirida por todos que a desejarem.

A respeito da responsabilidade das partes do processo comunicativo, 55 % diz respeito ao não verbal, 38% à entonação ou musicalidade e apenas 7% está atrelada ao bom uso das palavras, ou seja, todos comunicamos o tempo inteiro, mesmo quando não estamos falando. Porém a grande maioria das pessoas não alcança grandes resultados no dia a dia justamente por possuir déficits e não fazer uso de técnicas apropriadas.

Cada detalhe é importante, desde um “I” não pronunciado, um “S” cortado no final de uma palavra no plural, a não concordância entre verbos, pronomes e nomes, até a troca de um “L” pelo “R”. Estes detalhes provocam ruídos e podem causar um efeito negativo e prejudicar os bons resultados em nossa comunicação diária. Pequenos detalhes fazem toda a diferença!

Desde que eu era pequeno, sempre fui muito tímido, criado com muito carinho e amor sob uma proteção extremamente cuidadosa de meus pais, debaixo de suas asas, em um pequeno apartamento em Guarulhos – SP. E quando comecei a ter contato com o mundo externo: Choque!

Eu, como a grande maioria dos comunicadores da atualidade, tive dificuldades de comunicação desde a infância. Mas superei e posso dizer que todos podem dominar a arte da comunicação. Eu sou prova viva disso! São mais de duas décadas atuando como comunicador, e a cada dia buscando aprimorar minhas habilidades nesta área, pois entendo a absoluta necessidade de seguir adiante neste processo evolutivo.

Vim a fazer o meu primeiro curso de comunicação e oratória depois de adulto. Demorei a ter contato com as chamadas técnicas de oratória, porém hoje estes recursos encontram-se acessíveis a todos.

Conte comigo, prezado leitor deste artigo, para ensina-lo, treina-lo e ajuda-lo a alcançar resultados mais que excelentes nesta área. Se você tem interesse em participar de um treinamento comigo, não perca mais tempo, entre em contato agora mesmo.

Espero por você!

Grande abraço,

Fernando Gasparetto

Publicado em Posts Recentes | Deixar um comentário

Canal de Relacionamento

Seja bem vindo ao meu blog!

Este será o nosso principal canal de relacionamento.

Deixe aqui seus comentários, dúvidas, sugestões de temas a serem abordados e estudados, enfim…

Será para mim uma honra e com certeza uma excelente oportunidade de aprender um pouco mais.

Grande Abraço,

Publicado em Posts Recentes | Deixar um comentário